18.11.07

O Fim do Mundo. Ushuaia.


Compro sempre jornais por onde passo. Não tanto para saber o que se passa mas pelo puro, íntimo e silencioso prazer de o ler sentada num café desconhecido.

“El Diario Del Fin Del Mundo” desarmou-me à partida pelo nome. Trágico. Esperava ler notícias sobre o desaparecimento diário da Antárctida ou que o aumento progressivo do vento devastaria Ushuaia nos próximos dias. Receava até que, antes de virar a última página, os pinguins patagónicos estivessem extintos.

“Programa de inovação tecnológica”(?)
“XII Feira do Livro de Ushuaia com mais de 6000 visitantes”(?)

O quê?! Não tinha nas mãos o primeiro jornal que acompanhava o processo do fim do mundo? Afinal, há esperança. Este “Fin del Mundo” aqui no fim do mundo apenas nos deixa com as mãos sujas de tinta. E uma grande vontade de tocar no Sul.
C.

11 comentários:

didi disse...

Sem palavras e sem comentários, mas com imensa nostalgia.
Pela 1ª vez desde há dois meses que tenho dúvidas sobre qual a fotograia a escolher para o meu ambiente de trabalho.
Beijos

Nanda disse...

Continuo a achar que, tudo o que a Didi escreve, é o que eu sinto.Mas eu não tinha dúvidas sobre a fotografia que escolheria para o meu ambiente de trabalho...
Era o entardecer
Amo-vos

cima disse...

Como passei a ser adicto deste blog gostaria de deixar algumas dicas para melhorarem o blog e talvez ganharem umas lecas...
Ter uma parte ou em ingles ou na lingua do pais em que estao;
Ter um link a uma radio local ou ainda mais á frente ter um dispositivo do tipo deste blog:
http://canalpluskeys.blogspot.com/ onde diz musica online;
Esta é para o miguel, ter a hipotese de ver as melhores fotos, clicando num link para as ver com mais qualidade;
Criar no google earth com cruzinhas os sitios por onde vao passando;
Pedirem a todos os vossos amigos que ponham como home page o blog, assim contam mais entradas e pedirem que outros sites (por exemplo das vossas ultimas escolas) ponham link's ao vosso blog (passa a ter mais valor, aparecendo em primeiro lugar, em termos de google);
Terem pop-ups de publicidade que abrem sempre...mas nunca os vemos.
Terem links que gostem ou descobram dos sitios por onde passam...uffff
Beijos e abraços dos maneis

Mitó disse...

Todos os dias venho ao vosso blogue e ao Miniscente. Quero saber novidades, quero ler os textos da Clara e ver as fotos do Miguel. Já estou viciada.
Hoje vou deixar a minha timidez e contar algumas das minhas histórias. Só que não sei escrever como a Clara ...
O vosso último relato é de Ushuaia, é por aí que vou pegar. O pequenino Farol do Fim do Mundo, a nostalgia que senti na Baía da Lapataya ..., a imponência do glaciar El Martial ali mesmo atrás do nosso hotel ... é tudo muito intenso! Na última tarde, já com saudades da despedida que se aproximava, fomos ao "Tante Sara" tomar um chá de hierba mate, e com a lista dos chás na mão perguntámos no nosso melhor portunhol ao empregado porque é que eles utilizavam a expressão "mate cocido" (o chá não costuma ser cozido !!!). "Podem falar em Português, eu sou de Castelo Branco" , e nós !!!!????. Pois é, até no Fim do Mundo, que não o é de todo, encontramos alguém que fala a nossa língua!
A Argentina colou-se-me à pele, desde a fantástica Buenos Aires, toda a Peninsula Valdés, Bariloche, El Calafate (aqui fomos de autocarro a Puerto Natales, no Chile e daí para o Parque Nacional Torres del Paine, que é de uma beleza inóspita e esmagadora!)e depois Ushuaia. De novo em Buenos Aires, com muita pena de termos que regressar às nossas vidas, adivinhem onde passámos a última manhã ? Na Livraria Ateneo, que espectáculo !!!
Já me alonguei, da próxima vez contarei uma pequena história de Cuba, OK Miguel?
Vocês já fazem parate da minha família, considerem-se meus sobrinhos, está bem ?
Um beijo para os dois.
Mitó
(amiga da Clara Gomes, sogra da Rita Cortes, tá esclarecido?)

Javi disse...

Eyyy, Clara e Miguel!!! Cómo va eso?? soy Javi, o spanholo!!! Por aquí ando, por Valparaíso todavía, mañana vuelva a Argentina y tira para arriba!!...Bueno, estuve en Pichilemu...hmmm...hmmm...fácil!! jeje!! En Punta de Lobos, Playa Infernillo, La Puntilla...jeje!! Es cierto, me metí en el agua, pero de surfear...algo menos, pero bueno, lo intenté!! Ya iré pa Peniche un día, que tengo que aprender todavía mucho!!
un abrazo, y cuidaros mucho, estéis dónde estéis!!

Javi

Pachi disse...

Queridos
Clara y Miguel
Su breve paso por Santiago aún es recordado por Crsitobal y Sofia. La pequeñita claro esta, sólo recuerda el nombre de Miguel jajajajaja
espero hayan tenido una hermosa estadía en RAPA - NUI ...Es como dicen el ombligo del mundo???
En cualquier caso desde acá mucho cariño y deseos de que esten bien y sena bien recibidos donde quiera que vayan!!!!!
Pachi, Cristobal y Sofía

Clara Gomes disse...

Quero dizer alguma coisa mas não sei o quê...........tudo de bom. Continuemos viagem...
Bjs
Clara G.

Sound and Fury, signifying nothing disse...

Oh prima, por favor, escreve mais, mais mais mais maiiiissss!!! Preciso de te ouvir.

Beijo grande e continuem a tirar partido desses pedacinhos de humanidade (não digo pedações porque é uma palavra feia, mas acaba por ser mais rigoroso que pedacinhos)

Prima Ana

alf disse...

Vejam lá se se despacham a sair do fim do mundo porque eu tenho de escrever sobre o fim do mundo e não o vou fazer enquanto andarem por aí... pode dar azar!!

Interessante essa sensação de ler um jornal do fim do mundo eheh.

Altura de descobrirem que afinal o mundo não tem fim...

beijos e abraços

teresa MF disse...

Já sairam do fim do mundo ... devem estar prestes a entrar na Nova Zelandia e aí já podemos comentar os sitios com conhecimento de causa!
Não tenho mandado comments mas tenho estado sempre em cima da jogada!
O computador esteve avariado e os portateis estão sempre ocupados...é o que dá mandar as filhas estudar...Um gde beijinho Teresa MF

Ana rr disse...

Hoje, num murmúrio doce, o mais doce que tenho para dar, digo-vos apenas que vos desejo todo o bem do mundo, a felicidade total, inteira, sem ser beliscada por nada. Por nada. Que as contrariedades da vida sirvam apenas para consolidar essa felicidade. Vocês são realmente especiais. E se fossem analfabetos e não soubessem ler estas palavras que vos escrevo, saberiam ler os meus olhos.... Um beijo
Ana
PS - Nem sempre escrevo, mas sigo-vos à distância. Aliás, eu, o Luís, a Clara e o Pedro. Sempre cheios de admiração. Ah, é verdade: adiei o lançamento da revista para Março. Depois falamos sobre a entrevista....