21.12.07

Rano Raraku


“O descanso do artista”.

5 comentários:

Clara mãe disse...

Não é por me gabar, mas estás tãi liiiinnnnndo !
Beijões

Clara mãe disse...

Só agora reparei, que deve ler-se tão liiinnnnndo!
Beijos

Sound and Fury, signifying nothing disse...

E pensar que saíste daqui com o cabelo quase cortado à maquina 0. Em grande, sempre.

Nélinha disse...

Parece-me que estás a precisar da mana para dar um jeito ao teu visual! Beijocas!
Nélinha

Gracie disse...

Puto, já sabes que não podes apanhar tanto sol...
Vá.
Beijos pa vocês manos:D