27.2.08

SURPRESA!

Depois de algum trabalho de investigação, e após estudos profundos pelos meandros negros do mercado chinês, conseguimos descobrir como aceder aos sites bloqueados!
E aqui têm: uma Nova Zelândia quase sem gente que nos devolve o tempo e as coisas simples.

8 comentários:

MLopes disse...

Afinal os chineses são craques nessas cenas todas, não é?
É tudo feito por aí, logo não devem ter grandes dificuldades em contornar o sistema...

Beijos e abraços dos tios Miguel e Graça

Nemuro disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

Ricardo (www.voodagarca.pt) disse...

E assim continuam a surpreender....

Nélinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nélinha disse...

Finalmente!
Já lá vão dois meses desde que deixaram a NZ, mas valeu a pena a espera. Estou deveras surpreendida com estes vossos novos saberes que vos permitiram "navegar por mares nunca dantes navegados". É o engenho e a arte do "desenrasca" do século XXI!
E para quando um novo texto no Miniscente? Devem ter muito para contar!
Boa viagem até Lassa!
Muitas beijufas!
Nélinha

Laura Benitez disse...

Tomara que a Internet não deixe nunca de existir...

Acho que se fosse acabar... teria de colar todas as fotografias, todos os posts... e todos os comentários...

E ainda assim... faltaria o contexto... o portador de tudo... o blog inteirinho das historiasdomundo...

Beijão pra você e pra o Miguel!

Laura
(da Argentina)

Beijos de Oscar... se lembram com carinho de vocês: Júlia y María del Carmen)

Zulkijora disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

alf disse...

Bem, o Miguel farta-se de trabalhar, ele tira fotos, ele mergulha, seja água quente ou gelada, agora tu, Clara, andas a guardar os textos no bloco de notas ehehe?

(bem sei que perante tais experiências nada apetece mais que o silencio e que as fotos levam-nos atrás dos vossos passos... eu venho aqui passear de vez em quando e sentir as aragens dessas paragens distantes e provavelmente inalcancáveis))